RSS Feed Siga-me Siga-me

Levando a Palavra

"Eu e minha casa serviremos ao Senhor". Js 24.15

Loading...

25/04/2011

Você se sente perdido(a)?






Vocês ...me acharão quando me procurarem de todo o coração
(Jr 29.13).







Há tanta gente inquieta, desorientada, perdida, como o salmista que, refletindo, perguntou a si mesmo: “Por que estou tão triste? Por que estou tão aflito?” (cf. Sl 43.5).



Certamente era assim que se sentia Zaqueu, o cobrador de impostos. Não fosse isto, ele não se empenharia tanto para ver Jesus, de quem diziam que podia curar o corpo e a alma. Um homem de sua importância (ainda que malquerido pelo povo por se aliar aos opressores, ele era uma pessoa importante), não se exporia ao ridículo de subir numa árvore para ver o desfile que passava, a não ser que desejasse muito preencher a terrível lacuna de sua vida.



Como ele, muitos estão completamente perdidos, dissipando a vida, cultivando ódios e amarguras, o que somente agrava a sensação de vazio e de inutilidade que torna a existência tão sem sentido. Tudo isto provoca uma sensação de perda e, quando percebemos, estamos escravizados a uma vida sem sentido.



Mas existe um caminho de volta e alguém que nos espera de braços abertos. Este alguém é Jesus. Era este o alguém que Zaqueu estava procurando e encontrou. A sua libertação veio no momento em que Jesus parou embaixo da árvore e lhe disse que gostaria de ir à sua casa. Você pode imaginar esta cena? A pessoa que eu quero ver, agora está me dizendo que quer ir à minha casa, deseja comer comigo e me dá a oportunidade de ter uma longa e íntima conversa com ela.



O que você tem perdido? Seja o que for - alegria, paz, reputação, amor próprio, sentido para a vida - você pode ter tudo isto novamente ao encontrar Jesus. Mas é preciso reconhecer que, sozinho, nada pode fazer; é preciso arrepender-se e crer que Deus pode perdoar e salvar a sua vida. Ele o receberá de braços abertos, pois o ama. Sim, Jesus é aquele que nos criou, juntamente com o Pai e o Espírito Santo; ele já pagou pelos nossos erros e pecados e somente ele pode refazer a nossa vida. 


Aprenda a confiar em Jesus – ele espera por você.
Jesus te ama!


Que Deus abençoe sua vida, grandemente.

André e Simone

25/02/2011

Deus não age de modo errado





“Abriria eu a madre e não geraria, diz o SENHOR; 
geraria eu e fecharia a madre? - diz o teu Deus”
(Isaías 66.9).







Se você sentiu que Deus queria fazer algo em sua vida, isso é o que Ele, de fato, quer realizar. O Senhor jamais falaria alguma palavra para, mais tarde, deixar de honrá-la. Isso significa que, quando Ele promete, cumpre. Basta crermos para que, então, Ele possa realizar o que nos assegurou. Ao nos prometer algo, o Altíssimo já fez Sua parte; tão logo a pessoa crê, a obra se completa.

Mas atenção: não podemos fabricar uma promessa, tampouco o Senhor não fará aquilo que alguém pensa que será bom para ele! Temos de ouvir a Palavra e, quando entendemos que certa promessa nos é dada, só precisamos crer para que ela se cumpra. Todas as vezes que uma pessoa der ouvido à voz do Senhor, ela será brindada com o entendimento de que certa vitória é sua. Para que a bênção se torne real em sua vida, basta depositar a sua fé no Todo-Poderoso.

Há, por exemplo, senhoras que desejam ser mães, mas desistem desse sonho quando recebem do médico a notícia de que, por suas condições de saúde, jamais poderão engravidar. No entanto, quem vive na presença de Deus tem uma visão diferente: para o crente em Jesus, a simples prova de que o Senhor quer que uma senhora seja mãe é o fato de Ele tê-la feito mulher. Se ela tem algum problema de saúde ou, ainda, se um ou todos os órgãos do aparelho genital feminino foram retirados em alguma cirurgia, mesmo assim Deus pode dar-lhe novos órgãos; afinal, para Ele todas as Suas promessas são possíveis (Mateus 19.26).

Se alguma senhora tem algum problema de saúde, isso não a impedirá de exercer a maternidade, pois, pelas feridas de Jesus, fomos curados (Isaías 53.5). Ora, Deus jamais deixaria uma mulher engravidar se ela não tivesse – ou Ele não lhe desse – condições de dar à luz. Portanto, ela não deve deixar-se levar pela incredulidade, mas, como Abraão, precisa estar certíssima de que Aquele que lhe prometeu a vitória é poderoso para dar cumprimento à Sua Palavra.

Em qualquer situação, não aceite nada que esteja em desacordo com o que a Bíblia diz. Ninguém deve aceitar as mentiras de Satanás! Deus é sempre fiel em cumprir o que prometeu. Se Ele garantiu algo, você pode e deve pedir o cumprimento completo da sua bênção. Ele lhe deu olhos para enxergar, ouvidos para ouvir, pernas para andar e boca para se alimentar. Portanto, se está enfermo, seja forte e clame por sua cura; dessa forma, o Senhor será glorificado.





"Por isso vos rogo que confirmeis para com ele o vosso amor." 

(2 Coríntios 2:8) 




Por R.R.Soares.

19/02/2011

Reveja as suas atitudes



 
 
 
 
“Mas vós não aprendestes assim a Cristo” 
(Efésios 4.20)





O melhor que nos podia ter acontecido foi a oportunidade dada pelo Senhor de aprendermos Sua Palavra; afinal, pelo entendimento adquirido por meio dEla, tornamo-nos membros do Corpo de Cristo e participantes da natureza divina; consequentemente, passamos a ser vitoriosos sobre o poder do inferno. Isso, porém, não deve ser somente um assentimento mental, mas uma experiência real.
 
O diabo tem perdido toda vez que ataca a sua vida, ou você está “pagando a conta” por ter dado ouvido às mentiras dele? Observe que aprender a Palavra é aprender sobre Cristo – e os que têm aprendido dEle são como Ele. Não tente outros meios para adquirir esse conhecimento, pois eles não são válidos. Orar é bom, ajuda-nos e nos fortifica, mas, para termos entendimento do Senhor, isso não basta.
 
Na oração feita de modo correto, conseguimos do Pai a resposta para as petições, a solução para as fraquezas e necessidades, bem como a força para tomarmos a devida posição diante dos problemas. Orar é falar com o Pai a respeito do que Ele nos tem revelado pela Escritura Sagrada. No entanto, se quisermos conhecer Jesus, teremos de prestar atenção ao que entendemos na leitura e na pregação da Palavra.
 
Sem esse conhecimento, apenas falaremos dEle por termos ouvido a respeito de Sua vida. No entanto, aprender de Cristo é maravilhoso, pois, dessa forma, passamos a discernir que propósito tem aquele que se chega a nós. Talvez esse indivíduo se mostre poderoso em oração, mas, mesmo sem sabermos como vive esse “iluminado”, o que faz ou no que crê, reconheceremos se realmente ele foi enviado pelo Senhor. Os que conhecem Cristo e os que são conhecidos dEle jamais titubeiam diante das mentiras ardilosas de Satanás. 
 
Aprendemos para desfrutar das bênçãos de Cristo e transmiti-las a muitos necessitados, pois muitos são os que não conhecem o Filho de Deus como Ele é e vivem tropeçando. Pessoas assim encantam-se facilmente com cada oportunidade de ganhar dinheiro e gastam tempo, energia e recursos financeiros no que consideram uma chance de ouro – a qual, na verdade, não dará em nada. Ora, devemos ser mestres para acertarmos sempre não só em palavras, mas também em atos! Aquele que conhece o Senhor Jesus tem razões suficientes para viver bem e, com isso, ensinar aquele que coxeia na fé.
 
Conhecer Jesus é descobrir a excelência do amor divino – e quem o faz passa a viver no mais alto nível. Para este, não existirá lugar melhor do que estar ao lado do Senhor, e as dificuldades não o empurrarão para longe de onde Deus o enviou. Além disso, ao se achegar ao Pai, jamais ficará chateado com a atitude do homem e sempre será referência para todos, até para os que têm o coração endurecido.

Na verdade, o testemunho de quem aprendeu de Cristo é como um diploma, o qual mostra que é discípulo do Mestre e, por isso, não teme nada que lhe ocorra.

Em Cristo, com amor,



Disse-lhe Jesus: 
"Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus? 
(João 11:40)



Por R.R.Soares

31/01/2011

Sorria...Deus não se esqueceu de você!!

06/08/2010

Como ser atendido por Deus?





“Ouve, SENHOR, a justiça e atende ao meu clamor; 
dá ouvidos à minha oração, que não é feita com lábios enganosos” 
(Salmo 17.1) 






 
A justiça pede por nós, mas é preciso clamar. Deus pode ou não dar ouvidos à oração. Portanto, tenhamos lábios verdadeiros, em vez de fraudulentos, e sejamos sempre santos (Levítico 20.7; 1 Pedro 1.15,16).

A justiça divina vê a opressão que surge na vida dos servos de Deus e, prontamente, coloca-se diante do Senhor, intercedendo por eles. Ora, o Altíssimo não pode tolerar nem consentir que o mal nos cause sofrimento ou prejuízo. Então, ao darmos ouvidos à santa Palavra, o Todo-Poderoso nos concede a fé, com a qual podemos clamar pelos nossos direitos. 
Quando a nossa fé se alinha com a justiça divina, cumprimos a promessa de Jesus, o qual afirmou que, quando dois de nós concordássemos acerca de qualquer coisa que pedíssemos, isso seria feito por Deus (Mateus 18.19). Por essa razão, temos de clamar, sendo objetivos e determinados ao buscar a ajuda do Senhor e reivindicar a vitória.

Não podemos inventar uma bênção, mas, sim, seguir as instruções do Pai, as quais nos são dadas por meio de Sua infalível Palavra. Ele atende à nossa voz, quando a Sua justiça já pede por nós. Se quisermos ser atendidos, devemos seguir o que foi registrado nas Escrituras.

Além disso, depende da nossa determinação para que o Pai dê ou não ouvidos à oração que fizermos. Quem “ora por orar” jamais é atendido; afinal o Altíssimo não age de qualquer modo, tampouco atende a quem brinca com os assuntos espirituais. De fato, o sucesso de uma vida espiritual se dá pela maneira como a pessoa age com relação aos mandamentos divinos. Portanto, temos de levar a sério as questões pertinentes a Deus, conforme nos são reveladas na Bíblia.

Meu irmão, fuja dos lábios fraudulentos – os que inventam bênçãos ou negam as Escrituras, proferindo palavras não ditas pelo Senhor – e não clame por qualquer coisa que lhe venha à mente, mas somente por aquilo que aprende no Santo Livro. Você jamais obterá a resposta divina pelo que pensa ser bom para a sua vida, mas não o é. Ora, até mesmo seus desejos mais íntimos serão atendidos, desde que você se firme na eterna Palavra.

Concordar com o que lhe é revelado e confessar com fé são atitudes que fazem seus lábios serem verdadeiros. O primeiro passo é dar à Palavra o lugar devido em sua vida, pois quem ouve o que o Pai tem a dizer aprende o que Ele quer fazer. Depois, ao reivindicar o que lhe é revelado, seus lábios se tornarão verdadeiros, e, então, o poder de Deus confirmará o que lhe tem prometido. Por outro lado, caso confesse fracasso e se considere inábil, terá o lábio mentiroso.

Em todas as áreas de sua vida, meu irmão, seja santo. Jamais se revista de qualquer impiedade, pois, assim, você obterá graça diante do Senhor, e o poder divino operará em seu viver de modo ilimitado.

Pense nisso.
Deus abençoe sua vida, grandemente.

André e Simone



Porque se perdoardes aos homens as suas ofensas, 
também vosso Pai celestial vos perdoará a vós.
(Mateus 6:14)
 
2009 Template Femina | Templates e Acessórios